Nota de Repúdio

27/09/2018

O Sindicato dos Analistas Judiciários do Estado de Mato Grosso – SINAJ-MT, repudia plublicamente a declaração da candidata ao cargo de Senadora pelo partido PSL, Selma Arruda, que foi divulgada em vídeo e circula nas redes sociais.
 
Lamentavelmente, durante seu pronunciamento, ela não minimiza as criticas e generaliza o funcionalismo público como “ineficiente”. Segundo disse: "o funcionalismo público em geral é muito numeroso e muito ineficiente. Eu trabalhei e sei como funciona".
 
Na sequência, disse, ainda, que os funcionários públicos exercem atividades banais no horário do trabalho.
 
Estamos estarrecidos com tamanho menosprezo da candidata. A atitude revela menosprezo aos servidores públicos, que, em sua maioria, trabalham e muito, é demonstra falta de conhecimento de como e o trabalho desempenhado pelos servidores do Poder Judiciário.
 
Neste momento de crise, em que o quadro de servidor do PJMT é insuficiente para atender a demanda da sociedade, os servidores trabalham em excesso para tentar oferecer um trabalho de qualidade, o que tem gerado um alto índice de afastamento por problema de saúde, sem falar no baixo salário que a instituição nos oferece, comparado aos demais entes públicos do Estado e da União, o SINAJ-MT não pode se calar diante de tamanha injustiça e infâmia.
 
Desta forma, atitudes como a da candidata, Selma Arruda, não podem ser toleradas, onde demonstra o desrespeito com os servidores públicos em geral, que trabalham incansavelmente e buscando eficiência no serviço público, ainda que sem toda estrutura e condições necessárias para a prestação dos seus serviços. Prova disso é o PJMT estar em segundo lugar no ranking do CNJ, como o mais eficiente do país.
Fonte: Sinaj

Galeria

  • Nota de Repúdio